O que é RAID e quais seus diferentes tipos?

Under Update

 

Quando se fala garantir a redundância ou melhor desempenho dos discos em servidores, o termo RAID é recorrente. Vindo da sigla em inglês Redundant Array of Independente Disks (estrutura redundante de discos independentes, em uma tradução rápida), discos em RAID são utilizados em diversos datacenters de alto padrão - os datacenters da Under, por exemplo, usam esta tecnologia em 100% de seus servidores.

 

Ainda assim, dúvidas sobre o uso e funcionamento da tecnologia RAID são recorrentes - nem todo mundo tem a real percepção da importância desta tecnologia e dos ganhos que ela oferece aos servidores. Além disso, ela pode ser implementada em diferentes modelos, com resultados variados.

 

Como o RAID funciona?

A tecnologia RAID consiste na alocação de dados em diferentes discos, possibilitando a alternância de operações de forma balanceada, aumentando a performance de um servidor e aumentando a tolerância para possíveis falhas.

O RAID pode ser implementado de duas maneiras: espelhamento ou striping. O striping divide um mesmo disco físico em diferentes unidades virtuais, enquanto o mirroring copia dados idênticos em mais de um drive físico.

Outro elemento importante no RAID são as controladoras. Estes dispositivos é o que fazem o balanceamento dos dados entre uma unidade e outro, podendo ser baseados em software ou em componentes físicos. A diferença entre os dois? Na verdade não há muita, mas como uma controladora por software também faz uso do poder de processamento do hardware, pode ocasionar interferências no desempenho final dos discos.

 

 

Todos os servidores dedicados Under contam com RAID, garantindo mais robustez e desempenho no uso de dados. O cliente tem a escolha entre controladora por hardware ou software, de acordo com suas necessidades

Peça aqui seu orçamento