O que é escalabilidade em serviços de nuvem?

Um dos consensos entre especialistas na área de TI é que, sem a capacidade de escalabilidade na nuvem, as organizações passariam por um processo muito difícil na execução de tarefas e alcance de projetos. Se por um lado a pandemia do Covid-19 criou uma crise sem precedentes na economia e na sociedade, por outro lado ajudou muitas empresas a entenderem o que é nuvem e como a cloud computing pode ajudar nos negócios.

Escalabilidade na nuvem

Quem já trabalha com serviços na nuvem conhece bem o conceito de escalabilidade. Um servidor cloud é um ambiente virtual gerado com recursos compartilhados entre diversos servidores físicos. Por conta disso, os recursos da nuvem como processamento, armazenamento e memória RAM podem ser ampliados ou reduzidos de acordo com a necessidade do projeto.

Na prática, funciona assim: você contratou um servidor cloud para implementar um software de CRM. Quanto mais clientes você tiver, maior é a necessidade de armazenamento de informações. Assim, você pode solicitar mais espaço em disco. É possível também ampliar a capacidade de processamento da nuvem em horários de alta demanda, ou reduzir em períodos de baixa operação – resultando em economia.

Serviços de nuvem em tempos de home-office

Foi exatamente por conta da escalabilidade que a nuvem permitiu que as empresas pudessem migrar para o trabalho remoto. Com um ambiente virtual com facilidade de ampliar sua infraestrutura, ficou mais fácil ter acesso às informações corporativas, ampliando a confiança das organizações nas ferramentas e facilidades da computação em nuvem.

Escalabilidade da nuvem na Under

Na Under, você não precisa solicitar para uma equipe escalar seu servidor cloud. Você pode fazer isso sozinho pelo OpenStack. Considerado o futuro da nuvem, o OpenStack oferece mais autonomia na gestão do seu ambiente com uma série de ferramentas à disposição. Fale com a nossa equipe e faça sua empresa dar um salto tecnológico até às nuvens.

Confira outros posts