Colocation em alta e integração com cloud: é possível?

Além de oferecer soluções em servidores dedicados e em nuvem, um provedor de serviços como a Under também conta com uma infraestrutura para empresas que queiram migrar um servidor para um datacenter. De acordo com um relatório feito pela Allied Market Research, o mercado global de Colocation foi avaliado em mais de US$ 46 bilhões em 2020, com previsão de chegar à US$ 202 bilhões até 2030.

Por que empresas estão migrando seus servidores para datacenters?

Os números da pesquisa refletem uma movimentação do mercado de TI. A falta de espaço físico nas organizações e a conveniência proporcionada pelos datacenters são motivadores para a mudança. Outro fator determinante é o econômico: construir e manter uma estrutura “in house” para um servidor tem um alto custo, enquanto que o sistema de Colocation entrega eficiência e qualidade por um preço mais acessível.

Colocation e Nuvem

A necessidade de economia, aliada com o crescimento da computação em nuvem pode gerar dúvidas na hora de decidir qual é o melhor ambiente digital para a empresa: vale a pena manter um servidor em Colocation ou migrar tudo para um servidor cloud?

Para os especialistas, a tendência é ter Colocation e nuvem atuando simultaneamente como parte da infraestrutura. “Acredito que sempre existirão aplicativos ou soluções que os clientes vão querer manter e que não vão querer confiar na nuvem para isso. Hoje, o que estamos vendo é que o tipo regular de datacenter corporativo está encolhendo, na medida em que o Colocation e a nuvem estão crescendo”, disse Calvin Nicholson, diretor sênior de Product Management Power da Legrand.

Além disso, as organizações podem usar o Colocation e a nuvem pública para construir uma infraestrutura especializada. Assim, as empresas podem ampliar sua oferta de serviços para os novos clientes sem precisar arcar com custos de montagem de um ambiente de datacenter, e ainda mantém o controle sobre o hardware especializado.

Colocation na Under

Quem opta por migrar seu servidor para um dos datacenters da Under tem a certeza de que seus dados estão em boas mãos. Os datacenters da Under possuem certificação Tier-3, um dos níveis mais altos de segurança de hardware. Os ambientes contam com fontes de energia e de conexão redundantes para operação contínua, entregando a máxima disponibilidade dos dados aos seus clientes. Além disso, a Under possui o sistema de Remote Hands: a nossa equipe cuida do seu servidor, sem a necessidade de ter técnicos da empresa presentes no datacenter. E se precisar, a Under também tem integração com as principais nuvens públicas do mercado, e com a melhor nuvem do Brasil. Para saber mais, acesse o nosso site e veja o que a Under pode fazer por você.

Confira outros posts