Cibersegurança: o investimento que previne grandes prejuízos

Se o investimento em tecnologia se tornou essencial para as empresas superarem crises e prosperarem na pandemia, o investimento em cibersegurança se provou fundamental para proteger a lucratividade das mesmas. Ataques de ransomware e de DDoS dispararam nos últimos tempos e são os grandes responsáveis por prejuízos nas empresas menos preparadas para essas situações.

Ransomware impacta em lucro de empresa

Recentemente uma empresa do ramo da medicina declarou uma redução de Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) equivalente a R$ 30 milhões por conta de um ciberataque do tipo ransomware. As operações da empresa ficaram paralisadas por quatro dias, atrasando entregas de exames e diagnósticos.

Os ataques do tipo ransomware são aqueles onde o cibercriminoso invade um sistema e criptografa os dados, exigindo pagamento pela sua recuperação.

Brasil como alvo de ataques DDoS

Segundo relatório da Netscout, o Brasil só perde para os Estados Unidos em número de ataques cibernéticos. Entre os dias 1º de janeiro e 3 de agosto de 2021, o país foi alvo de mais de 439 mil ataques de negação de serviço – o que representa 7,1% dos ataques realizados no mundo inteiro.

O ataque DDoS tem como objetivo a inviabilização de um serviço online através de uma sobrecarga de acessos ao servidor. Para isso, o hacker utiliza uma rede composta por computadores infectados ao redor do mundo, acessando inúmeras vezes o endereço-alvo. Por conta disso, é muito difícil identificar a origem dos ataques.

Ações de Cibersegurança da Under

Como uma empresa que atua na área de TI há mais de 18 anos, a Under oferece os melhores recursos e recomendações para proteger o patrimônio de seus clientes:

– Proteção Anti-DDoS de 10Gbps feita de forma inteligente, mitigando os acessos suspeitos e protegendo as conexões genuínas;

– Firewall com antivírus e controle de portas de acesso;

– Serviço de backup com uma das principais ferramentas do mercado, possibilitando salvar seus dados no próprio servidor, na nuvem ou em um object storage;

– Ter um segundo servidor atuando como “espelho” da máquina principal, localizado em outro datacenter Under. Assim, em caso de qualquer tipo de desastre ou invasão, as operações não são interrompidas e o RTO do ambiente é zero.

Quer saber mais sobre como podemos proteger seus dados? Fale agora com nossa equipe.

Confira outros posts